Concreto Celular

A História do concreto celular iniciou na década de 1920 através do Concreto Celular Autoclavado, uma tecnologia de aplicação de pó de alumínio expandido na mistura do concreto convencional com o objetivo de torná-lo mais leve e isolante térmico. 40 anos depois começaram a ser estudadas novas formas de produção de um concreto com as mesmas características, mas com menos demanda de energia e risco ao meio ambiente.

Em meados da década de 1960 até 1980 foi criada na Holanda a tecnologia do Concreto Celular Espumoso, onde através de um aditivo com base sintética, foi possível criar um concreto celular mais sustentável e com melhores resistências que o antigo Concreto Celular Autoclavado, não perdendo em nada na leveza, permeabilidade e características de isolamento termo-acústico.

Esta tecnologia só ganhou mercado a partir da década de 1990 e 2000 na Europa e agora já está no Brasil. O Concreto Celular Espumoso PROBLOC atende a todas as normas nacionais e internacionais, através de ensaios diários e acompanhamento tecnológico de última geração.